Fechar

Mulher que espalhou fake news sobre caixões em BH grava vídeo se desculpando

Valdete Vanco se disse arrependida após divulgar declaração de que pessoas com Covid-19 estavam sendo desenterrados e pedras eram colocadas no lugar.
07/05/2020 15:32 Policial
Valdete Vanco
Valdete Vanco

Valdete Vanco, que responde a inquérito policial por ter espalhado fake news sobre caixões que seriam de vítimas de Covid-19 em Belo Horizonte, gravou um vídeo se desculpando pela divulgação.

 

"Queria pedir desculpa, pedir perdão para o prefeito de BH, para o governador do estado e para as famílias que se sentiram entristecidas. Não era minha intenção", disse ela.

 

As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira (6) pela Polícia Civil. Agentes de Belo Horizonte estiveram em Campanha, no Sul de Minas, para colher o depoimento de Valdete.

O advogado dela, Alexsander Ribeiro, disse que a cliente foi ouvida na Delegacia de Jacutinga na segunda-feira (4).

Os delegados responsáveis pelo caso informaram que ela pode pegar até nove anos de prisão e ainda pagar uma multa pelos crimes de calúnia e difamação contra autoridade pública e pela contravenção penal por provocar tumulto ou pânico.

 

"A Polícia Civil, com a investigação e combate a essas "fake news", quer alertar que esse tipo de conduta pode trazer repercussões muito graves tanto na esfera criminal quanto na esfera cível. A análise do vídeo nos traz, num primeiro momento, a possibilidade da prática do crime de denunciação caluniosa, difamação de autoridade pública, através de meio em que propagação é maior, e também a contravenção penal de provocação de tumulto ou pânico", afirmou o delegado Wagner Sales".

Por Thais Pimentel, G1 Minas — Belo Horizonte

 

Fonte: Itaporã News com

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.