VÍDEO: bebê de 3 meses tem chupeta mantida presa por esparadrapo em hospital

Nas cenas, é possível ver que o recém-nascido chora angustiado
09/01/2019 11:40 Mundo
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um vídeo tem circulado na internet trazendo imagens chocantes de um bebê de 3 meses com uma chupeta presa na boca por esparadrapo em um hospital da Rússia. Nas cenas, é possível ver que o recém-nascido chora angustiado.

As cenas foram supostamente gravadas e postadas nas redes sociais por uma mãe que estava internada no local. “Aqui é um centro perinatal na Inguchétia [região russa]. Este bebê está agora na enfermaria, em uma sala fria, sem aquecedores. A mãe dele não está por perto. A chupeta está presa com esparadrapo, apesar de o garoto ter problemas nos pulmões.”

A direção do Centro Perinatal Republicano, localizado na cidade de Nazran, nega que o objeto tenha sido colado por um médico ou enfermeiro. Uma revisão da segurança do hospital está em andamento. Segundo o jornal Moskovsky Komsomolets, uma mãe ainda não identificada admitiu ter cometido o ato. Porém, isso ainda não foi confirmado pelas autoridades.

Khadi Ugurchieva, médico-chefe do local, garantiu que a enfermeira responsável pela ala se ausentou por “literalmente, de três a cinco minutos”. Segundo ele, foi preciso apenas esse tempo para que tudo acontecesse. “As filmagens não causaram danos físicos à saúde da criança. Mas causaram danos morais. Também prejudicaram os funcionários e os pacientes que estão aqui”, reclamou.

Uma fonte afirmou que a mãe do bebê tinha se ausentado porque teve de ir até a própria casa, cuidar de outro filho. As informações são do Daily Mail.

https://video.dailymail.co.uk/preview/mol/2019/01/06/865826488296492762/636x382_MP4_865826488296492762.mp4

 

Publicidade

Fonte: Metrópoles

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.