BlackFly, veículo voador do cofundador da Google, chega em 2019

14/10/2018 09:16 Mundo

nhia, em uma entrevista ao site da CNBC. De acordo com o jornal, o carro deve custar o mesmo que um automóvel estilo SUV nos Estados Unidos, ou seja, algo em torno de US$ 50 mil (cerca de R$ 189 mil em conversão direta).

O carro, que é financiado pelo cocriador do Google Larry Page, inicialmente só poderá sobrevoar áreas rurais. Segundo Eustace, o veículo ainda deve demorar anos para voar nas grandes cidades por questões legais e burocráticas. A invenção é capaz de percorrer 40 km a uma velocidade de quase 100 km/h.

O aparelho, que faz parte da categoria VTOL (sigla para decolagem e pouso verticais, em inglês) está em desenvolvimento há nove anos e já realizou mais de 1.400 voos. Ele comporta uma pessoa de até 1.98m e 114 kg e não requer licença de voo. O consumo de energia do veículo, por sua vez, é de 245 Wh por milha, valor inferior ao de carros elétricos (270 Wh/mi). Apesar da capacidade para um passageiro, o BlackFly pode ser comandado à distância, sem qualquer pessoa dentro, através de uma espécie de joystick.

A start-up canadense Opener é somente uma dentre diversas empresas que estão na corrida pelo desenvolvimento de carros voadores. Além dela, Uber, Joby, Airbus, Boeing e KittyHawk (outra startup de que recebeu investimento de Larry Page) também investem no setor. A Opener não informou o mês exato de lançamento do BlackFly, nem se há planos de expandir as vendas para outros países, como o Brasil.

Fonte: Por Taysa Coelho, para o TechTudo G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.