Em Fátima do Sul, amigos capturam peixe com mais de 1 metro e meio e ganha beijo ao ser solto em rio

Em Fátima do Sul, amigos capturam peixe com mais de 1 metro e meio e ganha beijo ao ser solto em rio
06/10/2019 17:44 Variedades
Peixe com mais de um metro ganha beijo de pescador ao ser solto em rio de MS. Foto: Rodrigo Jorge/Arquivo pessoal
Peixe com mais de um metro ganha beijo de pescador ao ser solto em rio de MS. Foto: Rodrigo Jorge/Arquivo pessoal

FÁTIMA DO SUL - Três amigos se surpreenderam ao pescar um peixe com mais de um metro e meio de comprimento e com mais de 50 quilos, no rio Dourados, em Fátima do Sul, a 238 quilômetros de Campo Grande. De acordo com o empreendedor Rodrigo Jorge, de 34 anos, o peixe é da espécie pintado e ganhou um beijo antes de ser solto na última segunda-feira (30).

Conforme Rodrigo, o peixe mediu 1,62 metro e demorou cerca de 50 minutos, do momento de ser fisgado até a retirada do rio: "Estávamos em um barco e procurávamos dourado quando sentimos algo pesado na linha e começou o grande desafio", explicou ao G1.

 

De acordo com o empreendedor, inicialmente o grupo achou que a linha tivesse se enroscado em alguma coisa no rio, mas ao perceber que ela estava sendo puxada cada vez mais forte no sentido da correnteza, perceberam que haviam pescado alguma coisa grande.

"Ele [peixe] começou a dominar a situação e começamos a segui-lo por cerca de 30 minutos. Eu e mais um amigo fomos para a proa do barco e ao nos aproximarmos dele, vimos que o bicho era bem grande. O maior que já pescamos até hoje", e acrescentou ainda:

Rodrigo, que pesca por hobby, ressalta a importância da pesca esportiva e ainda mais do pesque e solte: "Às margens do rio tiramos algumas fotos, mas esperamos ele [peixe] se recuperar para ser devolvido a natureza. Ele precisava recuperar o oxigênio, porque perdeu muita energia, e fraco, poderia ser presa fácil para outros peixes", finaliza.

No último dia 23, outros três amigos pescaram um surubim de 1,60 metro de comprimento e cerca de 50 quilos no rio Miranda, próximo a cidade de Jardim, no sudoeste de Mato Grosso do Sul. De acordo com o guia de pesca Rafael Paitax, de 24 anos, ele e mais dois colegas, usavam carretilhas quando fisgaram o peixe com uma isca artificial.

Conforme Paitax, o surubim foi fisgado na última segunda-feira (23) e demorou cerca de 30 minutos para ser retirado da água: "Estávamos bem no meio do rio quando vimos que o peixe era bem maior do que imaginávamos. Ficamos surpreso com o tamanho dele", explica ao G1.

O guia reforça que quem pegou o peixe foi o colega, Rafael de Simone, de 36 anos e que os três tiveram que unir forças para levá-lo até as margens do rio: "Fizemos fotos e vídeos para provar que não é história de pescador", relembra.

Segundo Paitax, esse é um dos maiores peixes que eles já pescaram e como adeptos do pesque e solte, logo após a captura, devolveram o animal ao rio. A soltura, inclusive, foi registrada em vídeo "Soltamos ele para que essa espécie seja preservada.

Fonte: Flávio Dias, G1 MS

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.