De lancha, policiais resgatam gestante em trabalho de parto na região do Pantanal

13/08/2020 16:51 Saúde
Imagem da comunidade indígena Aldeia Guató - Crédito: Divulgação
Imagem da comunidade indígena Aldeia Guató - Crédito: Divulgação

Uma mulher de 22 anos, moradora na Aldeia Guató, localizada a mais de 300 quilômetros da cidade de Corumbá, foi resgatada por uma equipe da PMA (Polícia Militar Rodoviária) nesta quinta-feira (12). Ela estava gravida de seis meses. 

Conforme informações da Assessoria de Comunicação da PMA, os policiais realizavam fiscalização no rio Paraguai quando foram solicitados por um cacique. Ele relatou que a mulher estava mal de saúde com riscos de perda do filho e necessitando urgentemente de atendimento médico.

Os policiais socorreram a gestante e fizeram o transporte de lancha até o quartel. O percurso demorou seis horas para ser concluído, sendo a maior parte do percurso na parte da noite. 

Rapidamente, a equipe colocou a moça em uma viatura e levou ao hospital para atendimento médico. Nesta quinta-feira (13) os policiais tiveram notícia que a indígena e o bebê passam bem.
 

Fonte: Wender Carbonari / Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.