Ambulatório do HU é autorizado a fazer tratamento de mudança de sexo

O ambulatório transexualizador começou a ser implantado em 2016 em Campo Grande
13/09/2018 17:46 Saúde
Entrada do Hospital Universitário da Capital (Foto: Arquivo)
Entrada do Hospital Universitário da Capital (Foto: Arquivo)

O Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian está habilitado a fazer o tratamento hormonal em transexuais. A autorização foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (13). O ambulatório transexualizador começou a ser implantado em 2016 em Campo Grande.

A reportagem tentou contato com o médico que encabeça o tratamento, Ricardo dos Santos Gomes, mas não foi atendida até o fechamento desta matéria.

Porém, em entrevista quando o ambulatório começou a ser implantado, por meio de nota o médico adiantou que o local será destinado a atender os transexuais com equipe multidisciplinar. Inicialmente apenas atendimento clínico, mas com perspectivas de procedimentos cirúrgicos.

O ambulatório vai atender uma demanda já existente no Estado. Na época o número era de aproximadamente 300 transexuais. A ATMS (Associação dos Transexuais de Mato Grosso do Sul) será a maior responsável pelos encaminhamentos.

Após a habilitação do serviço o custeio das consultas e medicação virão de uma verba direta do Ministério da Saúde de acordo com a produtividade do ambulatório.

Fonte: Guilherme Henri / Campo Grandes News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.