Comissão defende amplo debate sobre desmatamento e situação dos rios em Bonito

Os problemas ambientais se relacionam ao avanço acelerado de atividades agropecuárias e a decorrente redução da vegetação nativa
13/04/2019 06:32 Região
ALMS/Divulgação
ALMS/Divulgação

A degradação ambiental em Bonito, um dos principais destinos do ecoturismo do Brasil, ganha destaque na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS). Em reunião do grupo de trabalho, realizada na tarde desta quinta-feira (11), foi proposto o aprofundamento dos debates sobre o assunto em uma audiência pública na Casa de Leis. Também ficou decidido o envio de requerimento ao Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) para parlamentares da Comissão participarem de audiência, promovida pelo órgão.

Os problemas ambientais em Bonito se relacionam ao avanço acelerado de atividades agropecuárias e a decorrente redução da vegetação nativa da região. Entre as consequências desse cenário, está o turvamento de rios locais, como o da Prata e Formoso. A situação preocupa a Comissão de Meio Ambiente da ALMS. “Precisamos fazer um amplo debate sobre as causas do turvamento dos rios de Bonito e sobre os problemas ambientais de modo geral na região”, considerou o deputado Lucas de Lima (SD), presidente do grupo de trabalho.

Coordenada pelo parlamentar, a reunião desta tarde, realizada no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, contou com a presença do Coronel David (PSL) e Jamilson Name (PDT), membros do grupo de trabalho, e do Capitão Contar (PSL), que participou do encontro por presidir a Comissão de Turismo, Indústria e Comércio. Também participaram o diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Ricardo Eboli, o diretor-executivo do Instituto SOS Pantanal, Felipe Augusto Dias,  e a advogada Giselle Marques de Araújo, pós-doutoranda em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional pela Universidade Anhanguera-Uniderp.

Como ações imediatas para aprofundar o debate sobre o problema, Lucas de Lima propôs o requerimento de uma audiência pública na Assembleia. Ele considera importante ampliar as discussões e, para isso, sugeriu envio de convite ao senador Nelsinho Trad (PTB) para que participe da audiência que será requerida – o senador tem pautado o assunto em Brasília. Outra sugestão do parlamentar foi o encaminhamento de pedido ao MPMS para a participação de deputados em audiência, que o órgão realizará, no fim deste mês, em Bonito.

A importância do amplo debate também foi enfatizada pelo Capitão Contar. Ele comentou que qualquer discussão sobre questões ambientais diz respeito a diversas áreas. “O meio ambiente envolve turismo, indústria, comércio, segurança, saúde, educação, especificamente, para consciência ecológica, e várias outras áreas. Portanto, é fundamental esse debate”, considerou.

Fonte: Leonardo Barbosa / Capital News / Capital News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.