Com 15 agentes no trânsito de Dourados, Agetran arrecadou R$ 628 mil em multas

Somente agora agência vai buscar soluções para melhorar o tráfego na área central da cidade, onde obras de infraestrutura do governo estadual são executadas desde o final do ano passado
11/07/2018 17:04 Região
Agetran tem 15 fiscais de trânsito para atuar em Dourados, segundo seu diretor-presidente (Foto: A. Frota)
Agetran tem 15 fiscais de trânsito para atuar em Dourados, segundo seu diretor-presidente (Foto: A. Frota)

A Agetran (Agência Municipal de Transportes e Trânsito) de Dourados já arrecadou mais de R$ 600 mil com multas desde o início de 2018. Com apenas 15 agentes de fiscalização para atuar em um município de 220 mil habitantes e frota superior a 130 mil veículos, somente agora vai buscar soluções para melhorar o tráfego na área central da cidade, onde obras de infraestrutura do governo estadual são executadas desde o final do ano passado. 

 

Os dados informados no Portal da Transparência do Município revelam que R$ 628.987,69 foram arrecadados desde janeiro com “Multas Previstas em Legislação Específica”. Até 2017, esse mecanismo de controle social de gastos e receitas públicas era mais detalhista e especificava o dinheiro obtido com “Multas Previstas Na Legislação De Trânsito”. Foram R$ 817.793,63 em todo o ano passado, montante já quase alcançado neste primeiro semestre.

Apesar da arrecadação crescente com multas, o próprio diretor-presidente, Carlos Fábio Selhorst dos Santos, reconhece que a Agetran precisa de ajuda para cumprir seu papel de melhorar o trânsito douradense. Nesta quarta-feira (11), informou que solicitou apoio da Guarda Municipal e do 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar) para atuar nas ruas da cidade.

Amanhã (12), uma reunião será realizada na busca por soluções para o caótico tráfego na área central, onde obras de recapeamento e saneamento básico são executadas com recursos financeiros estaduais. Serão solicitados às empreiteiras responsáveis pelas obras os cronogramas de trabalho, para antecipar pontos de bloqueio e possíveis vias alternativas que evitem os constantes congestionamentos.

“Dispomos de apenas 15 agentes. Um número bem reduzido, que fica menor ainda se considerarmos que alguns gozam de férias, outros trabalham à noite, auxiliando no serviço de pintura das vias, enfim. A Guarda Municipal e a Polícia Militar já se disponibilizaram a nos ajudar nessa tarefa. Agora necessitamos do cronograma das empreiteiras para nos mobilizarmos e garantir a ordem no trânsito da cidade”, revelou o diretor-presidente da Agetran.

Mesmo com esse reduzido número de servidores, a agência já arrecadou desde janeiro R$ 1.229.878,39. Além dos R$ 628.987,69 com “Multas Previstas Em Legislação Específica”, outros R$ 587.451,84 foram obtidos com “Impostos, Taxas E Contribuições De Melhoria”, neste item inclusos o poder de polícia, a inspeção, o controle e a fiscalização.

Durante todo o ano passado, foram arrecadados pela Agetran R$ 2.175.170,73. Deste montante, R$ 817.793,63 originados em Multas Previstas Na Legislação De Transito. Em 2016, a arrecadação totalizou R$ 1.909.285,12, dos quais R$ 751.769,34 com Multas Previstas Na Legislação De Transito.

 

Fonte: André Bento / 94 FM Dourados

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.