Bebê encontrado abandonado no Centro de Dourados completa 16 dias e recebe nome no Lar Santa Rita

O bebê nasceu com 3,3 quilos, e hoje, já está pesando 3,9 quilos.
16/10/2019 09:44 Região
Caio completou 16 dias hoje - Foto: Isabelle-Lar Santa Rita
Caio completou 16 dias hoje - Foto: Isabelle-Lar Santa Rita

O bebê que foi abandonado pela mãe dentro de uma caixa de papelão na madrugada do último dia 1° no Centro de Dourados completou 16 dias nesta quarta-feira (16). Ele foi encontrado em um terreno baldio, localizado Rua Antônio Emílio de Figueiredo, esquina com a Firmino Vieira de Matos. 

Caio Guilherme, como está sendo chamado pela equipe do Lar Santa Rita, está bem de saúde. Todos os exames clínicos e laboratoriais indicaram que a criança está saudável e tem tamanho e peso normais, de acordo com informações repassadas à reportagem da 94FM pela diretora da instituição, Mônica Medeiros. O nome do pequeno ainda não é de registro, mas é uma forma de tratar o bebê com carinho.

No dia que encontrado, o pequeno foi encaminhado ao Hospital Universitário, onde passou por exames, e no dia 4 foi encaminhado ao Lar Santa Rita, onde permanece até hoje.

Mônica explicou que o Caio ficará no Lar Santa Rita durante o processo de identificação da família, análise de uma possível transferência da guarda dele para parentes ou encaminhamento para adoção quando esgotadas todas as possibilidades. Esse processo deve durar em torno de 30 dias, conforme determinação do juiz. Até o momento, nenhum parente foi localizado.

A diretora relatou ainda que o bebê está se alimentando bem. “Aqui no lar, os bebês, geralmente mamam a cada três horas, e o Caio, mama, no máximo, a cada duas horas", disse.

O pequenino nasceu com 3,3 quilos, e hoje, já está pesando 3,9 quilos.

Fila de espera

A diretora disse ainda que em Dourados tem em média 40 casais na fila de espera para poder adotar alguma criança. Esses casais procuraram a Vara da Infância e fizeram o cadastro.

Atualmente, o Lar Santa Rita tem 33 crianças em situação de acolhimento, entre 0 a 12 anos.

Doações

Como o valor repassado para a instituição pelos governos municipal, estadual e federal, somam R$ 600 por mês por criança, o Lar Santa Rita necessita de doações. O ideal, de acordo com Mônica, seria R$ 2 mil, que é o gasto médio que cada pequeno gasta por mês.

No momento, a instituição está precisando de bastante leite (Nestogeno e Nan) e fraldas.

Quem quiser ajudar, pode fazer trabalho voluntário, doações, como alimentos, leite, fraldas, ou em dinheiro.

Banco: Caixa Econômica Federal 997-1 / agência: 0562

O Lar de Crianças Santa Rita é uma Organização não Governamental, entidade de Assistência Social, sem fins lucrativos. Quem quiser ajudar, o lar fica Rua Toshinobu Katayama, 1033, Centro, ao lado do Hospital da Vida.

Mais informações nos telefones: 3421-9966 e 98409-9556 ou no site http://www.larsantarita.org.br/.

 

Dia que o pequeno foi encontrado - foto: divulgação/Samu

Dia que o pequeno foi encontrado - foto: divulgação/Samu

 

Fonte: Karol Chicoski / 94 FM Dourados

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.