‘Quero ser prefeita, mas Reinaldo já tomou a decisão dele’, diz Rose sobre eleição de 2020

Segunda colocada em 2016 deve concorrer novamente Prefeitura de Campo Grande e conversa com outras legendas
13/08/2019 05:16 Política
Deputada federal Rose Modesto (Leonardo França, Midiamax)
Deputada federal Rose Modesto (Leonardo França, Midiamax)

 

A deputada federal Rose Modesto (PSDB) não esconde o sonho de ser prefeita de Campo Grande e afirma que colocou seu nome a disposição do partido, como pré-candidata, porém os correligionários ainda não tomaram uma decisão, exceto o governador Reinaldo Azambuja, que segundo ela vai apoiar a reeleição do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Rose foi a deputada federal mais votada em Mato Grosso do Sul nas eleições de 2018, com 120.901 votos. Em 2016, ela concorreu a prefeitura contra Marquinhos, e chegou a ir ao segundo turno, mas acabou derrotada.

“O que tenho dito é com relação à Campo Grande. Eu, dentro do meu partido, não vou acompanhar esse projeto de apoio que o governador vai dar ao Marquinhos. Eu tenho um sonho de ser prefeita da Capital, já coloquei meu nome e o meu partido ainda não tomou essa decisão, mas o governador já tomou, entendeu?”, explica Rose.

Além disso, Rose frisa que não há briga nem descontentamento com o PSDB, e a questão é apenas quanto ao apoio e candidatura em 2020. “Não é uma insatisfação. É um problema meu, em como que vou administrar isso”, conta a parlamentar, que completa.

“Eu é que estou me vendo em uma situação difícil com relação as eleições em Campo Grande. Por uma questão mesmo de coerência, não tenho como acompanhar o partido em um apoio ao Marquinhos. É isso”, conclui Rose Modesto.

Compromisso pessoal

Em outras oportunidades, o governador Reinaldo Azambuja já revelou ter ‘compromisso pessoal’ com Marquinhos Trad (PSD), após apoio recebido em sua reeleição ao Governo do Estado no ano passado. Recentemente, o presidente municipal do PSD, Antonio Lacerda, também destacou o compromisso de Reinaldo a reeleição de Marquinhos. Contudo, o prefeito prefere afirmar que o apoio é administrativo.

Fonte: Midiamax/Nyelder Rodrigues e Danúbia Burema

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.