Governo faz mudanças para atenuar visibilidade de Mandetta

Já Mandetta disse, por mais de uma vez, que continuará tendo uma atuação técnica.
30/03/2020 19:32 Política
© Reuters
© Reuters

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, disse nesta segunda-feira (30) que o governo não tem, no momento, a intenção de demitir o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apesar das divergências entre ele o presidente Jair Bolsonaro.

"[Quero] deixar claro para vocês: não existe essa ideia de demissão do ministro Mandetta. Isso está fora da cogitação no momento", disse Braga Netto.

Mandetta reagiu com ironia. "Vamos lá, em politica, quando a gente fala 'não existe', a pessoa já fala 'existe'."

As declarações foram dadas em uma entrevista coletiva que reuniu, além de Mandetta e Braga Netto, outros ministros.

Depois de afrontar as orientações de isolamento ao passear pelo comércio de Brasília no domingo (29), Bolsonaro trouxe para o Palácio do Planalto a entrevista diária do Ministério da Saúde, que costumava ser longa, técnica e apenas com a cúpula da pasta.

Braga Netto negou que a transferência tenha como pano de fundo problemas políticos. Já Mandetta disse, por mais de uma vez, que continuará tendo uma atuação técnica. "A pasta da Saúde continua técnica, continua científica", afirmou.

Mandetta atribuiu o tensionamento de sua relação com Bolsonaro ao estresse do enfrentamento ao novo coronavírus. Ele afirmou, ainda, que não há como se comprometer com um prazo para o período de quarentena. Bolsonaro, por sua vez, já falou em editar um decreto para obrigar o retorno das atividades comerciais.

Deixe o seu comentário!

Fonte: Folhapress / Notícias ao Minuto

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.