Maracaju: Corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em mata próxima a subestação da Energisa. Esposa teve participação no assassinato e na

A vítima foi identificada e autor preso.
10/09/2019 13:30 Policial
Corpo de ERNANDO FERNANDO DE ALMEIDA (47), foi encaminhado ao IML da cidade de Dourados. / Foto: Robertinho
Corpo de ERNANDO FERNANDO DE ALMEIDA (47), foi encaminhado ao IML da cidade de Dourados. / Foto: Robertinho

Fatos iniciais

O caso foi registrado em boletins policiais na tarde do sábado (7), onde consta que por volta das 15:30h a Polícia Militar foi acionada via telefone de emergência 190, comunicantes relataram que próximo a "subestação de energia" em uma mata, havia um corpo já em avançado estado de decomposição.

Diante das informações policiais militares se deslocaram ao local informado e constataram a veracidade de denúncia, sendo de imediato acionado a Polícia Civil.

 O corpo de um homem já estava em estado de decomposição, sendo o local preservado pela Polícia Militar até a chegada da perícia criminal da cidade de Dourados.

Os peritos chegaram ao local por volta das 17:30h, e iniciaram os procedimentos de perícia.

Em contato com a pessoa de S. da S. (63) está relatou que a vítima é seu esposo ERNANDO FERNANDO DE ALMEIDA (47), que estava desaparecido desde o último domingo (01/09), que saiu na madrugada em companhia de SILVIO SALINAS ROJAS (40) e JANIDE PEDROSO SIQUEIRA (28) para irem pescar, e que não teve mais notícias de seu marido até a presente data.

A esposa informou ainda que os suspeitos discutiram durante a tarde com seu marido, e que por ter medo de JANIDE não registrou ocorrência do desaparecimento, e que populares que encontraram o corpo antes da chegada da Polícia Militar informaram a mesma, que o corpo de homem encontrado se tratava de seu esposo, sendo que a mesma reconheceu o corpo como sendo de seu esposo.

Em rondas nas proximidades do local, os militares se localizaram SILVIO SALINAS ROJAS (40) que na abordagem policial negou a autoria do crime, e somente relatou que presenciou a discussão entre a vítima ERNANDO FERNANDO DE ALMEIDA (47) e JANIDE PEDROSO SIQUEIRA (28), e que não participou da briga entre ambos, afirmando que o motivo da briga seria por causa de bebida alcoólica que a vítima havia negado a JANIDE. Em checagem ao sistema policial SIGO foi constatado que havia Mandado de Prisão em aberto contra Silvio, sendo o mesmo detido e encaminhado a Polícia Civil.

Fato apurado, averiguado e elucidado pela Polícia Militar e Polícia Civil

Versão inicial dada pelo o autor Janide 

Em continuidades as buscas em localizar JANIDE PEDROSO SIQUEIRA (28), o mesmo foi localizado por volta das 19:30h pela Guarnição da Polícia Militar e questionado o mesmo sobre o assassinato de Ernando, Janide afirmou que ele era o autor do crime e que Silvio Salina Rojas (40) não teve participação do crime, que a mandante do crime seria a esposa da vítima, e que o assassinato ocorreu na sua residência e que a esposa SALUSTIANA ajudou a remover o corpo usando uma bicicleta cargueira que estava na residência, onde foi feita a ocultação do cadáver de esposo.

Após os policiais militares possuírem estas informações, foi repassado aos policiais civis, que naquele momento atendiam S. da S. (63) no registro do boletim de ocorrência do achado do corpo e do assassinato. Ao ser perguntado sobre a versão dada por JANIDE, a esposa confirmou aos policiais que teve participação no assassinato de seu esposo, pois a mesma sofria muitas agressões de seu esposo Ernando, e devido a este motivo pediu para que JANIDE matasse Ernando. E naquele dia ambos haviam ingerido muita bebida alcoólica, sendo que Ernando e Janide discutiram, e entraram em luta corporal, sendo que Janide foi ferido por Ernando com um golpe de faca no pé direito, mas Janide conseguiu dominar Ernando e usando um facão o degolou, quase separando a cabeça do corpo.

Versão dada pela esposa da vítima e confirmada pela Polícia Civil

Em trabalho conjunto entre as polícias civil e militar, foi apurado que Ernando foi assassinado na madrugada do dia 02/09/2019, dentro de sua residência, no acampamento Cachoeira, por JANIDE PEDROSO SIQUEIRA (28). A investigação apontou que, após suposta discussão entre ambos, JANIDE PEDROSO SIQUEIRA (28) pegou um facão e efetuou um golpe no pescoço da vítima. Após constatar que Ernando estava morto, o autor do fato obrigou a esposa da vítima, mediante ameaça de morte, a lhe auxiliar na ocultação do cadáver, utilizando-se de uma bicicleta cargueira para transportar o corpo até o matagal onde foi encontrado, uma semana após a execução.

Uma vez identificado o autor do fato, a autoridade policial representou imediatamente pela prisão preventiva do suspeito, o qual foi capturado pelos policiais e, durante interrogatório, confessou o crime, narrando, com frieza, os detalhes da execução.

Foi instaurado inquérito policial e outras testemunhas serão ouvidas até o final da investigação.

Diante os fatos o envolvido foi preso e está da disposição do judiciário. O corpo de ERNANDO FERNANDO DE ALMEIDA (47), foi encaminhado ao IML da cidade de Dourados para analise pericial, sendo posteriormente liberado no dia de hoje a familiares.

Um belíssimo trabalho da Polícia Militar no último sábado (8), que resultou no cumprimento de um Mandado Prisão e auxílio a Polícia Civil na elucidação de um homicídio ocorrido a quase uma semana, com a prisão do suspeito do crime.

Fonte: MaracajuSpeed/Robertinho / Maracaju Speed

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.