Juíza é assassinada em local de trabalho no Paraguai e suspeito está foragido

28/06/2020 13:51 Policial
Local onde a vítima foi morta. Foto: Reprodução/ABC Color
Local onde a vítima foi morta. Foto: Reprodução/ABC Color

A juíza Diana Eveline Mereles Duarte, de 38 anos, foi assassinada na noite deste sábado, dia 27 de junho, no Paraguai, na sede do juizado de Hernandarias, no departamento de Alto Paraná. A vítima atuava na 1ª Instância Civil e Comercial e teve o corpo encontrado no prédio em que trabalhava.

A mulher tinha ferimentos na cabeça e o principal suspeito do crime é um guarda de 28 anos, que cumpria expediente no local. O caso foi descoberto depois que ele foi embora e outros guardas chegaram para assumir o plantão, conforme divulgado pelo jornal paraguaio ABC Color.

A polícia acredita que o guarda tenha matado Diana por vingança, já que a magistrada havia o denunciado por roubo. Foi decretada a prisão do suspeito, que encontra-se foragido. A Côrte do Paraguai  lamentou o ocorrido e solicitou rigor nas investigações pela polícia.

Fonte: Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.