Festa de aniversário vira caso de polícia após pai de aniversariante desacatar PM

Homem disse que policiais deveriam morrer com coronavírus
29/06/2020 08:51 Policial
Caso foi encaminhado pela PM à Delegacia de Polícia Civil /  Foto: Arquivo
Caso foi encaminhado pela PM à Delegacia de Polícia Civil /  Foto: Arquivo

Homem foi preso pela Polícia Militar neste domingo, em Anastácio, depois de desacatar policiais que orientavam sobre pessoas aglomeradas na festa de aniversário da filha dele, na Vila Flor. O homem chegou a dizer que desejava que os policiais morressem de coronavírus.

Conforme boletim de ocorrência, a equipe foi acionada para ir ao local por volta das 15 horas, por conta de denúncia de perturbação de sossego. No primeiro momento, não houve desentendimento e, após as orientações devidas quanto às medidas de prevenção ao coronavírus, a equipe foi embora.

Porém, mais tarde foi acionada novamente pelo mesmo. Os policiais então novamente explicaram aos convidados da festa sobre os problemas de perturbação de sossego e risco de contaminação, ocasião em que o pai da aniversariante passou a questionar e a desrespeitar a PM.

Ele disse esperar que os policiais fossem contaminados pelo vírus e que morressem, pois não tinham o direito de estar na casa dele. Diante dos fatos ele recebeu voz de prisão por desacato e a filha dele, responsável pela festa, vai responder por infração de medida sanitária. O caso foi encaminhado à Polícia Civil.

 

Fonte: O Pantaneiro

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.