Armado com garrucha e facão, ex-aluno invade escola e deixa dois feridos

Ele foi apreendido pela Polícia Militar, que realiza buscas pelo pai do adolescente, que seria o dono da arma de fogo, segundo o autor dos disparos.
08/11/2019 07:31 Policial
Ex-aluno invadiu escola em Minas Gerais e deixou dois feridos Foto: Reprodução
Ex-aluno invadiu escola em Minas Gerais e deixou dois feridos Foto: Reprodução

Um ex-aluno da Escola Estadual Orlando Tavares, no distrito Ponto do Marambaia, na zona rural de Caraí (MG), invadiu a unidade na manhã desta quinta-feira armado com uma garrucha e um facão e deixou dois estudantes feridos. Ele foi apreendido pela Polícia Militar, que realiza buscas pelo pai do adolescente, que seria o dono da arma de fogo, segundo o autor dos disparos.

De acordo com a PM, o jovem de 17 anos pulou o muro da escola e foi até uma sala de aula onde havia duas meninas com quem ele quis se relacionar, mas ambas negaram.

Segundo a unidade de saúde, os pacientes "obtiveram os primeiros socorros pela médica plantonista e equipe de forma imediata".

"Um dos adolescentes recebeu transfusão sanguínea e permanece estável, aguardando transferência em USA (Unidade de Saúde Avançada) para Teófilo Otoni-MG", informou em nota.

A prefeitura de Padre Paraíso também afirmou ter disponibilizado "suporte dos serviços de assistência social e psicológico" para as vítimas, seus parentes e outros estudantes.

Em comunicado, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informou que representantes da pasta acompanham a situação dos alunos no hospital.

O autor foi apreendido em flagrante e está custodiado pela Polícia Militar. Outro adolescente também teria participado da ação. Segundo a Polícia Civil, ambos envolvidos foram apreendidos. As armas usadas no episódio foram apreendidas também. O jovem tinha ainda um simulacro de pistola. Agentes estão na escola para realizar perícia. A ocorrência está em andamento.

A PM também ainda se encontra no local e realiza buscas pelo pai do ex-aluno. O caso deve ser registrado como ato infracional análogo à tentativa de homicídio e porte de arma de fogo.

Segundo a SEE/MG, a equipe da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Teófilo Otoni está na escola para apurar o ocorrido e "dar todo o apoio e auxílio à direção da unidade escolar, à comunidade escolar e às famílias dos dois alunos feridos na ocorrência". Na nota, a pasta informou que o autor da ação estudava na unidade de ensino, mas havia faltado as primeiras aulas nesta quinta-feira.

A direção disse ainda que todas as informações necessárias estão sendo passadas para os órgãos competentes que farão a investigação e apuração do caso.

Fonte: Extra / Fátima News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.