Adolescente mata idoso com facada e agride outro a pauladas na Capital

À polícia, alegou que justificou que reagiu a um assalto
24/08/2019 15:19 Policial
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia Militar de Campo Grande na madrugada deste sábado (24) após cometer uma série de crimes de causar inveja a qualquer psicopata. Primeiro, ele cravou uma faca no pescoço de um idoso de 60 anos, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu na Santa Casa. Depois, agrediu outro com pauladas na cabeça. Sua justificativa era a de que estava "se defendendo de um assalto." 

O caso aconteceu no Jardim Tijuca, na região sul da Capital. Segundo a PM, a sequência cinematográfica de fatos se deu quando, por volta das 1h, o homem identificado Irio Gimenez teria supostamente tentado roubar o celular do adolescente. Foi o suficiente para a reação.

O acusado sacou uma faca, a cravou na barriga do idoso e, mesmo depois dele caído, pisou na arma branca duas vezes para intensificar o ferimento. O impacto foi tamanho que o cabo se soltou da lâmina. A cena foi presenciada por testemunhas.

Moradores que se assustaram com os gritos de Gimenez chamaram a PM. E foi aí que se descubriu que o idoso poderia não estar agindo sozinho. Assim que a vitura chegou, observou um suposto viciado em drogas com ferimentos profundos na cabeça e segurando uma faca comum de cozinha nas mãos. Ele havia sido agredido com pauladas dadas pelo adolescente.

Gimenez foi encaminhado de ambulância ao pronto-socorro da Santa Casa, mas não resistiu. O outro homem acabou socorrido à Unidade de Pronto-Atendimento do Jardim Leblon, também na região sul.

Acontece que a polícia da região conhecia o adolescente. Procurado por traficar drogas, foi localizado em sua casa, no Jardim Nhanhá (região sul).

Levado à Depac da Vila Piratininga, onde o caso foi registrado, o jovem manteve boa parte do tempo a alegação de legítima defesa. Mas deixou escapar durante o depoimento que os homens "lhe deviam dinheiro." Acabou indiciado e será levado à Justiça.

Fonte: RAFAEL RIBEIRO / Correio do Estado

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.