Adolescente diz que matou jovem com tiro nas costas porque levou tapa no rosto

Menor de idade e o irmão se apresentaram à polícia com dois advogados
10/06/2019 17:15 Policial
Suspeitos chegando na delegacia acompanhados de dois advogados (Foto: Adilson Domingos)
Suspeitos chegando na delegacia acompanhados de dois advogados (Foto: Adilson Domingos)

Suspeitos da morte de Lucas Alisson Nunes Souza, de 20 anos, adolescente de 16 anos e o irmão dele, de 20, se apresentaram à polícia na tarde desta segunda-feira (10), em Dourados, acompanhados de dois advogados. Para justificar o crime, o menor de idade disse que atirou nas costas do jovem, minutos depois de ser agredido por ele com um tapa no rosto.

De acordo com informações do delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo caso, em depoimento o adolescente disse que era ameaçado por Lucas e que desentendimento entre eles teria nascido por causa de uma rixa entre grupos rivais do bairro em que eles moravam.

Ao delegado, o menor de idade disse que, momentos antes do crime, a vítima teria passado por ele em uma rua e o agredido com um tapa no rosto. Revoltado, ele chamou o irmão para “dar uma volta” e atirou várias vezes na direção de Lucas ao encontrá-lo em frente a uma casa onde o rapaz ajudava o cunhado a fazer uma mudança.

“O irmão disse que não sabia da intenção do adolescente de matar e iremos investigar essa versão. No entanto, sabemos que quem realmente atirou na vítima foi o menor de idade”, explica o delegado.

Os dois vão responder por homicídio qualificado por meio que dificultou a defesa da vítima.

O caso - Trabalhador de um lava-jato, identificado como Lucas Alisson Nunes Souza, de 20 anos, foi morto a tiros na noite do último dia 4, na Vila Cachoeirinha, em Dourados. A vítima foi abordada por dois homens que estavam em uma bicicleta e foi atingida nas costas.

Testemunhas disseram à polícia que Lucas, que era conhecido como ‘Paçoca’, morava com a avó e ajudava o cunhado a fazer uma mudança no momento em que foi surpreendido. Os suspeitos dispararam várias vezes em direção do jovem que tentou fugir para os fundos da casa, mas acabou sendo baleado. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na varanda do local.

Fonte: Clayton Neves / Campo Grandes News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.