Homem teve problema no bilhete e não embarcou em avião que cairia no Irã, mas a esposa foi

13/01/2020 09:03 Mundo
Mohsen Ahmadipour e Roja Azadian (Foto: Reprodução/Facebook)
Mohsen Ahmadipour e Roja Azadian (Foto: Reprodução/Facebook)

Um problema no bilhete impediu Mohsen Ahmadipour de embarcar no avião da Ukrainian International Airline que cairia pouco depois no Irã, na última quarta-feira (8/1).

O destino, entretanto, fez com que a esposa de Mohsen, Roja Azadian, de 43 anos, embarcasse na aeronave. Os dois voltavam a Ottawa (Canadá) após férias no Irã, onde visitaram as famílias.

Mohsen havia cancelado um trecho da viagem e acreditava que o voo de Teerã a Ottawa estivesse ainda válido. Não estava. Ele ficou no aeroporto à espera de um novo voo para se reencontrar com a esposa. Foi lá que tomou conhecimento da tragédia aérea.

"Ele foi a tal pessoa de sorte que não embarcou", disse um amigo de Mohsen ao "Ottawa Citizen".

Mohsen Ahmadipour e Roja Azadian

Mohsen Ahmadipour e Roja Azadian Foto: Reprodução/Facebook

 

Roja foi uma das 176 vítimas do desastre do voo PS752. Ao todo morreram 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos e três britânicos, entre outras nacionalidades. Um casal canadense que havia se casado recentemente no Irã está na lista dos mortos.

O Irã afirma que o avião apresentou problemas técnicos, mas na noite de quinta-feira o "New York Times" publicou um vídeo que mostraria a aeronave sendo abatida por um míssil iraniano, disparado acidentalmente. As investigações prosseguem.

Fonte: Page Not Found/Extra

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.