Os 10 maiores erros na hora de alisar o cabelo sozinha

19/03/2020 11:39 Mulher
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Um secador potente, uma chapinha incrível, mil óleos finalizadores... Com todo esse aparato, você acha que a escova ou a chapinha estão garantidas, não é mesmo? Pois saiba que são vários os fatores que podem estar atrapalhando o resultado do seu alisamento para cabelo. 

Pra não errar nunca mais, fomos conversar com a Jo Nascimento, embaixadora da L'Oréal Professionnel no Brasil, e ela colocou muitos pingos nos is. O mais importante é que o ideal é evitar o uso exagerado da chapinha, afinal você está passando no seu cabelo um ferro com temperatura capaz de fritar um ovo!  Mas se você é daquelas que não abre mão de um cabelo reto e chapado, preste atenção nas dicas para não danificar os fios.

1. Você precisa começar ainda no banho

Claro que nenhum xampu vai deixar o seu cabelo chapado sem a ajudinha do secador ou da chapinha, mas escolher o tipo certo já é um grande passo, pois é ele que prepara o cabelo pro processo de alisamento. Então opte pelas linhas frizz control e de proteção aos fios. “Tratar os cabelos com xampus e máscaras nutritivas é essencial para um excelente resultado de liso”, explica Jo.

2. O secador pode estar na direção errada

Seque o cabelo de cima para baixo, ou seja, da raiz até as pontas, sempre com o bico virado para baixo. Isso faz toda a diferença porque ajuda o cabelo a manter o formato. “A superfície dos fios são como as escamas do peixe. Devemos fazer todos os movimentos a favor da fibra, nunca ao contrário, para evitar o frizz.”

3. Cabelo úmido

Antes de tocar na chapinha certifique-se que seu cabelo esteja 100% seco. Nem pense em passar a prancha nos fios úmidos ou molhados!  Isso destrói o cabelo e deixa com um aspecto ressecado! É como se você estivesse “fritando” os fios. Se você ouvir aquele barulhinho de algo queimando e ver um vapor sair dos fios, pare tudo e avalie e situação!

4. Escova/chapinha errada

Secar o cabelo com escova ajuda a alisar os fios. As escovas mais eficientes são as de cerdas mistas (naturais e sintéticas). Sobre a chapinha, prefira as de cerâmica. Elas aquecem menos e deslizam com mais facilidade.

5. Temperatura muito alta

O poder de aquecimento das chapinhas está cada vez maior. Mas você, definitivamente, não precisa de uma dessas! Para manter o seu cabelo são e salvo, mantenha sempre a temperatura entre 180 e 200 graus no máximo, combinado? Caso a chapinha fique muito quente, desligue o aparelho e deixe esfriar um pouco, depois retome o processo. Lembre-se: quanto mais tempo você deixar a chapinha em contato com o seu cabelo maiores são as agressões aos fios e as chances dele queimar. Medo!

Fonte: https://revistaglamour.globo.com/

Fonte: Revista Glamour / Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.