Primos são condenados a 28 anos de prisão por matarem menor a pauladas em MS

11/10/2018 07:46 Justiça
Foto: Reprodução/MPE-MS
Foto: Reprodução/MPE-MS

Foram condenados nesta terça-feira (9/10), pelo crime de homicídio qualificado, os primos Juscelino Gomes de Assis e Renan de Assis, acusados de matarem a paulada o menor Ezequiel Assis dos Santos, de 16 anos de idade. O julgamento ocorreu no Plenário do Júri de Aquidauana.

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado pelo Promotor de Justiça Antenor Ferreira de Rezende Neto, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Aquidauana pugnou a condenação dos réus nos termos da pronúncia.

Já a defesa, em tribuna, pugnou pela negativa de autoria com relação a Renan Assis, pela desclassificação para lesão corporal seguida de morte e pelo afastamento das duas qualificadoras.

Por unanimidade dos votos, o Conselho de sentença acolheu a denúncia do Ministério Público Estadual reconhecendo a autoria e materialidade do crime, além de manterem as qualificadoras do recurso que dificultou a defesa da vítima e do meio cruel. O Juiz de Direito condenou os reús a 14 anos de reclusão, cada, em regime fechado.

Entenda o caso

No dia 20 de novembro de 2016, por volta das 6 horas, nos fundos da Chácara Taboca, os réus Renan de Assis e Jucelino Gomes de Assis em comunhão de esforços, desferiram inúmeras pauladas contra o corpo e a cabeça do menor Ezequiel Assis dos Santos, o que lhe provocou a morte.

Fonte: Assessoria/MPE-MS

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.