Vídeo feito por Itaporaense pede cuidado a idosos contra coronavírus

01/04/2020 07:10 Itaporã
As imagens do vídeo foram captadas antes da pandemia - Crédito: Reprodução
As imagens do vídeo foram captadas antes da pandemia - Crédito: Reprodução

A pandemia do coronavírus tem mudado o cotidiano de muitas pessoas no mundo. Segundo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), uma das medidas para impedir a disseminação do Covid-19 é o isolamento social, evitando que o vírus circule.

Em Dourados tem gente trabalhando para conscientizar a população sobre a importância de ficar em casa nesse momento. Uma produtora de filmes publicou no Instagram o vídeo intitulado “Fique em Casa”, no dia 24 de março. Até o momento, o material já alcançou 4 mil pessoas e foi repostado por 150. 

Em um trecho do texto, a equipe reforça a necessidade de se isolar para proteger a saúde dos idosos, que fazem parte do grupo de risco, “antes de sair de casa, olhe para seus avós sentados em uma cadeira de balanço e faça a seguinte pergunta: será mesmo que o que irei fazer lá fora, é melhor que ficar aqui e protegê-los?”.

O vídeo foi feito com imagens capturadas em eventos anteriores a pandemia. Segundo o vídeomaker, Igor Felipe, responsável pelo trabalho, a inspiração para produzir o material veio do avô, “queria fazer algo para conscientizar as pessoas a cuidarem uns dos outros e, principalmente, dos mais idosos, assim como a minha família tem feito”.

Devido a pandemia do coronavírus e a orientação para evitar aglomerações, a equipe que produz vídeos de eventos já teve mais de doze deles adiados.

Para Igor, não é hora de ficar triste pelos trabalhos perdidos, “em primeiro lugar precisamos pensar na vida das pessoas e em como podemos ajudar, depois damos um jeito no que ficar parado”, explica o videomaker. A produtora pretende fazer mais vídeos de conscientização.

O vídeo pode ser acessado na página da produtora ou no Instagram @igorfilmes.


Coronavírus no mundo

Até o momento, já passou de 737 mil o número de infecções e de 35 mil o número de mortes em todo o mundo, segundo a universidade americana Johns Hopkins. Mais de 156 mil se recuperaram da doença.

No Brasil, secretarias estaduais de saúde contabilizam 4.361 infectados em todos os estados e 141 mortos. 

 

Fonte: Dourados News/Jessica Beatriz

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.