Universitárias morrem em acidente na MS-156 entre Itaporã e Maracaju minutos depois de entregarem o TCC

Carro em que elas estavam bateu de frente com van da secretaria de saúde de Itaporã
07/06/2019 06:26 Itaporã
Van da prefeitura de Itaporã destruída após batida (Foto: Adilson Domingos)
Van da prefeitura de Itaporã destruída após batida (Foto: Adilson Domingos)

Momentos depois de entregarem o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) em uma universidade de Dourados, as estudantes Thaline dos Santos Escobar e Letícia Rodrigues Araújo, ambas de 22 anos, morreram em um acidente de trânsito na MS-156 entre Itaporã e Maracaju. O carro em que elas estavam bateu de frente com uma van da prefeitura de Itaporã.

De acordo com informações apuradas no local, as estudantes estavam em um veículo Pálio e seguiam para Maracajú, onde moram. Elas voltavam da universidade onde cursam o último semestre de Direito.

Próximo ao trevo de acesso ao distrito de Santa Terezinha, o automóvel bateu de frente com uma Van da Secretaria de Saúde de Itaporã, ocupada por seis pessoas. A van trafegava no sentido contrário ao do Pálio e as causas da batida serão investigadas.

Com o impacto da colisão, os dois veículos ficaram destruídos e peças espalhadas por toda pista. Thaline e Letícia não resistiram aos ferimentos e morreram antes da chegada do resgate. Os ocupantes da Van foram levados para um hospital, dois em estado gravíssimo.

. O coletivo era ocupado por seis pessoas:

- Erisvan Ferreira do Nascimento, 48 anos;
- Levi Batista de Albuquerque, 62;
- Isabela Bianca Soares Sangali, 25;
- Edson Vicente Xavier, 44;
- Anízio Gonçalves, 60;
- Menino de 3 anos. 

*Colaborou Adilson Domingos

Fonte: Clayton Neves e Helio de Freitas, de Dourados / Campo Grandes News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.