Escritório de Contabilidade em Itaporã é alvo de operação policial

Segundo a Polícia Civil, há indícios de que o escritório está sendo utilizado para cometer crimes de apropriação indébita e falsificação de documentos contra clientes.
08/11/2019 13:10 Itaporã
Escritório de Contabilidade em Itaporã é alvo de operação policial
Escritório de Contabilidade em Itaporã é alvo de operação policial

A Polícia Civil cumpriu hoje, 08 de novembro de 2019, um mandado de busca na residência e escritório de uma contadora em Itaporã, suspeita de cometer crimes de apropriação indébita e falsificação de documentos contra clientes de seu escritório.

O Delegado de Polícia Civil de Itaporã, Dr. Rauali kind Mascarenhas, contou à redação do Itaporã News que nas últimas semanas, em momentos distintos, duas vítimas compareceram à Delegacia e noticiaram que haviam sido notificadas pela Receita Federal em razão de débitos fiscais, no montante aproximado de R.000,00 (sessenta mil reais) e R.000,00 (dez mil reais), respectivamente. A notificação teria causado estranheza às vítimas, já que elas eram clientes de uma contadora, responsável por fazer os recolhimentos fiscais e manter a regularidade junto à Receita Federal, e inclusive havia comprovantes daqueles recolhimentos. 

Resultado de imagem para delegado itapora

Delegado de Polícia Civil de Itaporã, Dr. Rauali kind Mascarenhas

Diante das informações, foi levantado que os referidos comprovantes de recolhimento que eram apresentados pela contadora às vítimas se tratavam de documentos falsificados. A suspeita, aparentemente, apropriava-se dos valores que lhes eram confiados pelos clientes e emitia um comprovante de recolhimento adulterado.

Os valores pagos pelos clientes se destinavam ao recolhimento de imposto de renda, contribuição previdenciária e FGTS. Ainda não é possível quantificar o prejuízo total que as vítimas suportaram, já que sobre os débitos fiscais e previdenciários incidirão multas e juros.

Durante o cumprimento do mandado de busca foram apreendidos vários documentos, um computador e seis carteiras de trabalho, que a suspeita não conseguiu explicar porque encontravam em seu poder.

O delegado ainda informou que é possível que haja outras vítimas que ainda não tomaram conhecimento da situação, isto é, é possível que a investigada tenha se apropriado de valores de contribuições de outros clientes, sem recolhê-los à Receita e ao INSS. 

As duas vítimas que já procuraram a Delegacia e relataram a situação tomaram conhecimento dos crimes por acaso. Fica então o alerta a todos os itaporaenses em condições parecidas, para que verifiquem se estão com seus débitos quitados junto aos órgãos fiscais. Caso haja alguma irregularidade, procure imediatamente a Delegacia da Polícia Civil e apresente a situação.

O nome da pessoa envolvida no caso não foi divulgado na matéria a pedido do Delegado de Polícia de Itaporã

Fonte: Redação Itaporã News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.