Defesa Civil do Estado esteve em Itaporã para auxiliar o município na providencias que deverão ser tomadas

O prefeito Marcos Antônio Pacco (PSDB), que esteve no período da tarde com o governador Reinaldo Azambuja, reiterou a preocupação do executivo, em buscar auxilio para restabelecer a normalidade no município
14/03/2019 17:02 Itaporã
Quatro representantes da Defesa Civil do estado estiveram na manhã desta quinta feira (14) em Itaporã, onde ao lado do coordenador da defesa civil do município Gladstone
Quatro representantes da Defesa Civil do estado estiveram na manhã desta quinta feira (14) em Itaporã, onde ao lado do coordenador da defesa civil do município Gladstone

Quatro representantes da Defesa Civil do estado estiveram na manhã desta quinta feira (14) em Itaporã, onde ao lado do coordenador da defesa civil do município Gladstone

Rafael e dos gerentes de obras e serviços urbanos Deusimar Titão e Eri Martinelle respectivamente, percorreram todos os locais que foram atingidos pela tromba d’agua que caiu na madrugada de terça feira 12 na cidade. Este trabalho basicamente teve o objetivo de verificar in loco os estragos e orientar a administração publica sobre os encaminhamentos pra se decretar estado de emergência no município.

O prefeito Marcos Antônio Pacco (PSDB), que esteve no período da tarde com o governador Reinaldo Azambuja, reiterou a preocupação do executivo, em buscar auxilio para restabelecer a normalidade no município. Haja vista que equipes da prefeitura já percorreram os locais que foram mais atingidos e puderam dimensionar os prejuízos e atender principalmente as famílias que no momento tiveram suas casas alagadas

“Graças a Deus a situação já voltou a normalidade, passando o susto maior que foi nas primeiras horas da manha onde a população foi surpreendida por um rastro de destruição e de prejuízos”. Cerca de 30 a 40 famílias foram afetadas, segundo a estimativa municipal.

“Na cidade não tem mais alagamento, mas tivemos um saldo de pontes destruídas, destruição de parte da rodovia, asfalto que foi arrancado, estradas vicinais que ficaram intransitáveis, prejuízos na piscicultura, onde vários produtores perderam todos os peixes, animais que foram levados pela enxurrada, dentre outros prejuízos, infelizmente”, destacou o prefeito. 

Walter Ramos/Assecom

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.