Após resistência de Délia, prefeito de Itaporã entra em acordo com indígenas

03/10/2019 19:09 Itaporã
Bloqueio durou 3 dias (Foto: Cido Costa)
Bloqueio durou 3 dias (Foto: Cido Costa)

O prefeito de Itaporã, Marcos Pacco, conseguiu entrar em acordo com lideranças indígenas e o trecho da rodovia MS-156 que liga Dourados-Itaporã foi liberado no final da tarde de hoje (3). De acordo com informações da assessoria de Pacco, a reunião de negociação foi intensa e durou cerca de 3 horas.

Os manifestantes estavam bloqueando o trânsito desde terça-feira (1), impedindo a passagem de veículos. O motivo era a falta de transporte universitário para os acadêmicos indígenas, cortado pela prefeita Délia Razuk a cerca de 20 dias.

Délia não entrou em acordo com os indígenas, alegando que o município não tem condições financeiras e nem obrigação legal de disponibilizar os veículos.

O prefeito da cidade vizinha, decidiu então intervir, pois muitos trabalhadores e estudantes moradores em Itaporã estavam sendo prejudicados com o bloqueio.

Para chegar até Dourados pessoas que utilizam transporte público estavam tendo que enfrentar um desvio de cerca de 80 km, passando por Montese, Piraporã, Douradina e Panambi. O trajeto de ônibus que antes da interdição da rodovia era feito em 30 minutos passou a durar cerca de 1h30.

O acordo firmado entre o município de Itaporã e lideranças indígenas disponibilizará ônibus universitário na aldeia por 30 dias. A expectativa é que até o final do prazo a prefeita Délia Razuk encontre solução para o problema.

Fonte: Cristina Nunes / Dourados Agora

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.