Atraso por pandemia fará Morenão ter novo projeto para revitalização

Engenheiros e arquitetos da Agesul e UFMS trabalham em mudanças no planejamento inicial
17/05/2020 11:42 Esporte
Reunião no início do ano discutiu as reformas necessárias no Estádio Morenão / Divulgação 
Reunião no início do ano discutiu as reformas necessárias no Estádio Morenão / Divulgação 

A pandemia causada pelo novo coronavírus paralisou o Campeonato Sul-Mato-Grossense logo após a conclusão da primeira fase. Mas não foi apenas a bola em campo que parou. As obras de revitalização e readequação do Estádio Morenão, que deveriam ter reinicio no fim de abril, data prevista para acabar a competição, estão paradas por tempo indeterminado.

Além da pandemia, a explicação está na reformulação do projeto feito pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Além de obras de infraestrutura, como novos banheiros, cobertura do fosso ao redor do campo, reforma na parte elétrica e no sistema de prevenção a incêndios, estão previstas também melhorias na acessibilidade do estádio com a construção de uma plataforma para cadeirantes no espaço atual do fosso, implantação de elevador na parte externa e na entrada principal do estádio, com acesso ao setor de cadeiras e arquibancadas cobertas.

Trabalho completo

O Governo do Estado ficou responsável pela reforma do principal estádio de Mato Grosso do Sul e a mudança do projeto está sendo feita para resolver todos os problemas e fazer do Morenão um espaço multiuso, não apenas para partidas de futebol. “Estamos finalizando o projeto. Houve um atraso em função da Covid-19 e o projeto que veio da UFMS não estava de acordo com as necessidades. Agora a equipe de engenheiros e arquitetos da Universidade e da Agesul trabalham juntos para finalizá-lo e podermos fazer a licitação”, explicou o secretario especial do governo, Carlos Alberto de Assis, ao Capital News. 

Sobre as datas, Assis prefere não apontar prazos, mas reafirma a intenção de se fazer uma readequação definitiva. “Não queremos fazer um trabalho incompleto para depois ter que refazer. Não tenho ideia ainda do tempo que irá levar, mas temos pressa”, completou.

Comerário

No Estadual deste ano, o Morenão estava recebendo jogos do Operário FC e EC Comercial e estava liberado pelo Ministério Publico Estadual (MPE) até a data prevista para terminar a competição. Os dois clubes campo-grandenses vão se enfrentar nas quartas de final e apenas um deles seguirá. Embora o retorno da competição ainda não tenha data, os jogos devem acontecer sem a presença de torcedores, o que deve facilitar o acordo com o MPE para que a autorização para que os jogos acontecem no local seja concedida.

Fonte: Rogério Vidmantas / Capital News / Capital News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.