UEMS abre inscrições para cursos gratuitos de Libras em Dourados

07/08/2018 15:37 Educação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Dourados, abre vagas para dois cursos de Língua Brasileira de Sinais (Libras). As inscrições podem ser feitas a partir de segunda-feira (6).

O curso faz parte de um projeto de extensão coordenado pela professora Gabriele Cristine Rech. Serão gratuitos, presencias [uma vez na semana, às segundas-feiras (Básico) e às terças-feiras (Básico 1)], na Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo, no período noturno, das 19h às 21h30, com certificados com 40 horas.

Os cursos visam a capacitação de profissionais e alunos interessados no aprendizado básico da Língua Brasileira de Sinais. Durante o curso, de forma contextualizada, o aluno terá a possibilidade de aprender sinais básicos que os capacitará a uma comunicação com as pessoas surdas. O curso também abordará, de forma geral, conceitos como comunidade surda, cultura surda e sujeito surdo.

Neste segundo semestre do ano de 2018 serão ofertados dois cursos:

1 - Básico: para iniciantes, com 30 vagas. Acontece nas terças-feiras das 19h às 21h30. Docente responsável: Professor Diego Alexandre Hackl.

2 - Básico 1: destinado àqueles que já concluíram o Curso Básico, para iniciantes, ou que possuam conhecimento da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), mediante a comprovação. Ocorrerá nas segundas-feiras das 19h às 21h30. Ministrado pela Professora Mestra Gabriele Cristine Rech.

Site para inscrições: http://eventos.sistemas.uems.br/pagina/p/curso-de-libras-i

Apoio: Curso de Pedagogia da UEMS de Dourados, Centro de Estudos Pesquisa e Extensão em Gênero, Raça e Etnia (CEPEGRE) e a Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo.

 

Fonte: Assessoria/UEMS

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.