Resolução estadual traz procedimentos para cadastro reserva de professor temporário

As regras e explicações foram divulgadas no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira
13/02/2020 14:57 Educação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A SED-MS (Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul) publicou no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quinta-feira (13) uma resolução que estabelece os procedimentos para convocação de profissionais ao banco reserva na função de professor temporário.

Conforme publicação, a direção da escola deverá lotar os professores efetivos no Sistema de Gestão de Dados Escolares/SGDE até o 2º dia útil, após o retorno das férias. Depois da lotação dos efetivos, a direção da escola deverá realizar o levantamento das aulas vagas e disponibilizá-las no Sistema para a escolha dos profissionais, de acordo com a classificação.

Os profissionais constantes do Banco Reserva de Profissionais para a Função Docente Temporária serão chamados, por meio de edital, a ser publicado no site oficial da SED, no endereço eletrônico com a indicação do local e horário, para efetuar a escolha das aulas disponíveis.

Durante o prazo de validade do banco reserva, os profissionais classificados poderão ser convocados mais de uma vez, conforme necessidade da administração pública, observado o prazo da contratação.

Os profissionais da educação física e de arte constantes do banco reserva poderão ser convocados, também, para a atuação em projetos de treinamento de esporte e de arte, no âmbito dos programas “MS Desporto Escolar” e “Arte e Cultura na Escola”.

A resolução também informa que o profissional que manifestar interesse em atuar como professor
convocado no sistema prisional e não for recomendado para o exercício da função pela investigação social,
retornará à sua classificação no banco reserva e poderá ser convocado para atuar em outras escolas.

Para a educação especial, será realizada uma classificação geral com todos os profissionais interessados em atuar nessa modalidade de educação, por município, e, após essa classificação, a Coordenadoria de Políticas para a Educação Especial, vinculada à Superintendência de Políticas Educacionais da
Secretaria de Estado de Educação (COPESP/SUPED/SED), fará a análise do currículo de acordo com a especificidade de atendimento do estudante.

Confira o decreto na íntegra clicando AQUI (a partir da página 33).

Confira a lista: SED divulga escolas que serão em tempo integral em 2020

Após fechar escolas, rede estadual muda começo das aulas para 17 de fevereiro

SED divulga novas regulamentações para Atendimento Educacional Especializado

Processo seletivo oferece vaga para farmacêutico com salário de R$ 2,7 mil

Fonte: Ana Palma / Midiamax

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.