Professora causa polêmica ao passar redação sobre movimento #EleNão

Docente de uma escola municipal de Campo Grande foi atacada nas redes sociais
05/10/2018 07:54 Educação
© Reuters / Nacho Doce
© Reuters / Nacho Doce

O caso de uma professora que passou um tema de redação com o tema #EleNão em uma escola municipal em Campo Grande (MS) tem gerado polêmica nas redes sociais.

"Está marcado para o dia 29 de setembro um encontro nacional intitulado Mulheres Unidas contra Bolsonaro. Diante do atual cenário político nacional, com base nos conhecimentos construídos durante toda a sua vida, escreva um texto dissertativo-argumentativo acerca da relevância de tal evento", diz texto do tema de redação, conforme mostra uma foto postada nas redes sociais.

De acordo com o jornal 'O Globo', enquanto defensores da ideia 'Escola Sem Partido' criticam a proposta, a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED-MS) acredita que a professora não tomou um partido político.

Manifestantes pró-Bolsonaro atacaram a professora em suas redes sociais. "Isso não é professora! Doutrinando crianças??? Criminosa!! Deve ser demitida! O ensino está um lixo por conta deste 'tipo de professor'!", escreveu um internauta.

Mesmo após as críticas na internet, o Ministério Público do Mato Grosso do Sul disse que não recebeu qualquer denúncia sobre o ocorrido.

Assista:  Livros sobre direitos humanos da biblioteca da UnB são danificados

 

Fonte: Notícias ao Minuto

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.