Busca por penhor cresce em Mato Grosso do Sul e movimenta R$ 375 milhões

No ano passado foram firmados 38 mil contratos nesta modalidade de empréstimo no Estado
12/02/2018 10:39 Economia
Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

Os três anos de crise econômica e todas as suas consequências, como inflação e queda no poder de compra, fizeram aumentar o volume de operações de penhor em Mato Grosso do Sul. De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, somente no ano passado, foram R$ 375 milhões nessa modalidade de empréstimo, 5,6% a mais em comparação ao ano anterior. 

No total foram registrados 38 mil contratos na modalidade de penhor, seja para novas contratações quanto para renovações. O número corresponde a um aumento de 7% em comparação ao ano de 2016. 

Esse aumento, explicou o banco, é percebido principalmente no primeiro semestre. “O penhor serve como solução para o pagamento das despesas de início de ano, como IPTU [Imposto Predial Territorial Urbano), IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), matrícula escolar e uniforme”, destacou a Caixa por meio de nota. De janeiro a junho, as operações de penhor já haviam movimentado R$ 191 milhões em Mato Grosso do Sul.

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.