​Agrinho MS: Com emoção e entusiasmo, alunos e professores são premiados no Concurso 2018

Mais de 450 pessoas participaram da cerimônia de premiação do Agrinho; no evento Mauricio Saito anunciou tema 2019
05/12/2018 07:32 Agronegócio
Mauricio Saito
Mauricio Saito

“Falar em ética, respeito ao meio ambiente e diversidade é um privilégio que o Agrinho MS tem, levando conceitos sólidos para a juventude e, consequentemente, aos futuros gestores do país”.  A afirmação é do presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, na premiação do Concurso Agrinho 2018.

A cerimônia realizada pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural aconteceu nessa terça-feira (04), no Clube Estoril, em Campo Grande, com a presença de mais de 450 pessoas, entre alunos, professores, representantes do interior e da Capital.

Saito lembrou dos presidentes de sindicatos rurais. “Agradeço o empenho dos produtores rurais e o apoio na realização deste projeto nos 70 municípios do estado. Espero que esse tipo de iniciativa possa contribuir no desenvolvimento do estado”, afirma.

Pela primeira vez o tema do próximo ano foi anunciado durante a cerimônia de premiação. Mauricio Saito, que será “Tecnologia do Campo Conectada com a Cidade”.

O superintendente da Controladoria Regional da União no Estado, José Paulo Julieti Barbiere, falou dos cuidados necessários com as crianças. “A CGU trabalha muito no combate à corrupção com a fiscalização de recursos públicos. De um tempo para cá, percebemos que é preciso cuidar da cidadania e ética na formação de novos cidadãos. A Famasul e o Senar/MS têm objetivos parecidos, tendo em vista esse projeto de amplitude e resultados já atingidos”.

O chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede também participou do evento: “Nós temos alguns projetos também voltados às crianças e consideramos essencial alcançar esse público, fazendo com que compreendam a importância e o papel de tudo que se faz no agro para a sociedade brasileira. Nós reconhecemos algo muito especial nesse trabalho”.

O reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Marcelo Turine, falou da importância do investimento na educação. “É muito bom ver crianças que são o futuro do Brasil passarem a ter conhecimento sobre ética, honestidade e principalmente respeito”.

Reconhecimento

O aluno Wiliton Isidoro Valentim do 4º ano do ensino fundamental, ficou com a quarta colocação na categoria Redação. “Eu acho o prêmio muito importante para incentivar todos os alunos, para que continuem estudando”, disse o premiado ao sinalizar que levará a medalha para os amigos da Escola Municipal José do Patrocínio, de Campo Grande.

A professora do Wiliton, Rita de Cássia Vieira Toledo, destacou o potencial do Agrinho. “Significa um incentivo muito grande para continuar melhorando e valorizando a produção dos alunos, além da aprendizagem pela preservação do meio ambiente”.

Os temas que obrigatoriamente deveriam abordar a “Produção de água no campo”, foram seguidos pelos concorrentes. “Escrevi sobre como o frigorifico de Rochedo utiliza a água. Era da mesma forma que eu pensava”, afirma o 5º colocado na categoria redação, 6º ano, Rennan Lacerda Cordeiro, da Escola Estadual José Alves Quito, de Corguinho.

Estiveram presentes no evento, o diretor-secretário do Sistema Famasul, Frederico Stella; o diretor-tesoureiro da Federação, Marcelo Bertoni; a 2ª diretora-secretária, e também presidente do Sindicato Rural de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Edy Elaine Tarrafel, a 3ª diretora-secretária, Maria Tereza Zahran; o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke; o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan; a diretora-técnica da instituição, Mariana Urt; o diretor administrativo-financeiro, Clodoaldo de Oliveira Junior e coordenadora da Unidade Educacional, Luciana Moraes Baumhardt e o técnico de vendas da Bayer, empresa patrocinadora do Agrino, Fabiano Adorno; o superintendente do Banco do Brasil, Antônio José Banhara; assessora técnica da Semagro, Marina Dobashi.

 

Participaram os presidentes dos sindicatos rurais:  Moezis  José dos Santos, de Anastácio; Ligia Franciscon, de Anaurilândia; Roseli Ruiz, de Antônio João; Marcio Margatto, de Iguatemi; Altamir José Ramos da Fonseca, de Batayporã; Moacir Reis, de Água Clara; Vilson Mateus Brussamarelo, de São Gabriel do Oeste; Elza Maria Trevellin, de Bonito; Launil José Marquesan, de Rio Verde de Mato Grosso; João Nelson Lyrio, de Bandeirantes; Luciano Leite, de Corumbá; Edgar Yamato, de Glória de Dourados; José Pereira, de Jateí; Luciano Manfio, de Rio Brilhante; Telma Menezes, de Nova Alvorada do Sul; Edson Bastos, Aral Moreira; Ivan Carrato, de Três Lagoas; Aurora Real, representando Campo Grande; Guilherme Talamine, Diretor executivo dos sindicato Chapadão do Sul; Milze Ferreira de Paula, representando Terenos; e Airton, delegado do Sindicato Rural de Pedro Gomes; Antônio Carlos de Souza, diretor do Sindicato Rural de Bataguassu.

Fonte: Itaporã News com / assessoria

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do Itaporã News.